Bom dia, 

 

Vim contar minha historia que ocorreu em 2007,mais precisamente no dia 19/12/2007. 

Em 18/12/2007 acordei super feliz o dia estava lindo e ensolarado. Eu fui trabalhar como faço todos os dias,meus filhos ficaram em casa,pois já estavam em ferias.Lá pelas 10:30/ 11:00h da manhã comecei a sentir um calafrio estranho e um certo desanimo que não me é frequente, me deitei um pouco na cadeira(sou dentista) ate a vinda do proximo cliente,que por algum abençoado motivo acabou faltando,fiquei deitada ate as 14:30h quando resolvi ir embora para casa pois estava me sentindo bem mal.Ao chegar em casa me deitei sem nenhum apetite ou sede( o que é raro).Dormi a tarde toda e o mal estar persistiu, as 20:30h meu marido exigiu que eu comesse algo,pedi apenas torradas com chá. 20 minutos depois já tinha vomitado tudo,me deitei novamente,pois não tinha febre ou diarreia,pensei que talvez pudesse ser alguma “virose”. Passei a noite toda dormindo com calafrios mas sem febre.Pela manhã eu estava completamente prostrada e sem qualquer condição de me levantar para ir ao trabalho,tive de reagendar os clientes e fiquei em casa cada vez pior,ate que pedi para um primo me levar ao PS pois eu não tinha qualquer condição de dirigir. Chegando lá a medica que me atendeu, não pediu nenhum exame e me disse que eu tinha “Virose”. BINGO!!!! 

Me deu uma injeção na veia de plasil e soro glicosado(levanta defunto),dei uma leve melhorada. Tentei argumentar com  a medica dizendo que me sentia muito mal e que tinha certeza que não era virose,pois já tinha tido virose e me sentia bem diferente, o contra argumento foi que cada virus é de um jeito.Insistiu que eu fosse para casa.Pedi um exame de sangue e de urina e ela argumentou que eu não tinha nada e que ficasse despreocupada que em dois dias eu melhoraria… 

 

Voltei a casa e fui encontrada as 20:00h pela minha empregada caida no banheiro, tive abertura de todos os esfincteres,mas não me lembro ate hoje, ela me colocou no chuveiro e chamou ajuda imediatamente, me lembro vagamente deste episodio, sei que fomos ao PS novamente e minha pressão já estava 6:2 ,não me lembro de ter dado entrada no PS, só acordei as 2:00H da manhã com uma medica dizendo que tinha me estabilizado e que eu precisava ir pra UTI,olhei para o lado e vi meu marido perplexo,tentei falar com ele mas a dor no peito era terrivel,devido a quantidade enorme de expansor que me deram eu tive derrame de pleura,uma dor terrivel, fiquei 4 dias na UTI, lá tive parada renal,parada hepatica, derrame de pericardio e o derrame de pleura que foi tratado, não conseguiram achar a causa, sai da UTI e fui para o quarto no dia seguinte me mandaram embora alegando que eu estava bem,porém me sentia prostrada e muito cansada,passados dois dias já não andava novamente, voltei ao hospital e fiquei internada mais 20 dias com pielonefrite aguda que só foi diagnosticada graças a insistencia do meu marido. 

Claro que aconteceram outras coisas,mas não alongarei a historia. 

 

Resumindo acredito que tudo isso aconteceu por Erro da medica que me atendeu a primeira vez no PS, se ela tivesse pedido exames adequadamente nada disso teria acontecido.  

 

Sem mais agradeço sua atenção, e espero sinceramente que vcs consigam mudar a mentalidade de quem atende em PS e acha que é D”S pra olhar simplesmente pra gente e dizer o que temos sem exames adequados. Isto precisa mudar nenhum medico é D”S apesar deles acharem que sim. 

Leave A Comment