dms

14
dez

Sobrevivente | APR

Meu filho de 12 dias foi internado com diagnóstico de VSR POSITIVO quando tinha apenas 12 dias. No seu terceiro dia de internação teve um quadro isolado de apneia, febre de 38 graus e batimentos muitacelerados. Fizeram exames e foi constatado a sepse pela bactéria Staphylococcusaureus. Meu coração apertou e eu tive muito medo, foram 34 dias de internação, a troca de 3 antibióticos

Leia mais

14
dez

Sobrevivente | EMMS

Tive sepse em uma cirurgia de obstrução intestinal onde encontraram um câncer no intestino. Fui entubada por 7 dias ficando 30 na uti. Estou bem, colostomizadae viva.  Ainda não entendo o que é a sepse mesmo. Acheique era sepsia.

14
dez

Tributo | NES

Minha mãe tinha 57 anos e teve sepse aguda ela começou sentindo dores nas costas achouque era problema na coluna foi ao médico e deram antiflamatorios não resolveu voltou novamente e deram mais medicação incluindo 4 injeções fortíssimas isso tudo durante uma semana,atéque ela passou mal e levamos ela de ambulância para upa ela estava desnorteada,nãosabia nem quem eu era, chegaram até a me perguntar se

Leia mais

14
dez

Sobrevivente | SBB

Eu venci a sepse. Durante mais ou menos 30 dias sentia dores na região lombar. Na época foi diagnosticado que era dor na coluna e é realmente parecia que a dor era na coluna. Num dia a tarde comecei a sentir uma dor bem forte no rim e me dirigi ao hospital… No primeiro dia não foi diagnosticado nada e voltei

Leia mais

14
dez

Sobrevivente | TER

Meu Filho de 1 ano e 5 meses sobreviveu a sepse. Chegou na UTI do (*) chocado. Após 54 dias, hoje estamos em casa, ele é guerreiro . (*) o nome do Hospital foi apagado por não termos autorização do mesmo para divulgação.

14
dez

Tributo | AHRS

Caros, Meu esposo sofreu acidente automobilística e foi projetado em canal de esgoto onde broncoaspirou resíduos. Evoluiu com SARA (infecção respiratória) e após 35 dias intubado em UTI evoluiu com sepse e óbito. Hoje com quase 6 meses desta perda sofro todos os dias e penso que será que os médicos poderiam ter feito mais? Leio sobre tudo o que lembro que

Leia mais

14
dez

Tributo | GCAS

Minha avozinha veio a falecer em 02/10/18, às 20h 35m, aos 81 anos (no documento, entretanto ela tinha 77 anos) a causa foi: “choque septico, peneumonia, doença pulmonar obstrutiva crônica, insuficiência renal aguda, fibrilação atrial crônica”. Não sei se a pneumonia era comunitária ou adquirida no hospital.  Fato era que já havia algum tempo que estava fazendo uso de medicamento por

Leia mais

14
dez

Tributo | RLT

Meu namorado L.V.B de 26 anos, após sofrer um acidente de moto,permaneceu na UTI por 36 dias.  Precisou fazer a retirada do rim direito e desde do acidente e então os médicos não puderam fecha-lo devido a alta pressão intra abdominal, a partir de então foi só piora e hemorragias. Por conta de ficar dias com abdômen aberto teve um quadro de

Leia mais

16
out

Morte por infecção é duas vezes maior na rede pública do que na privada

Estudo mostra que 42,2% dos pacientes com sepse morrem nos prontos-socorros de instituições do governo, ante 17,7% nas unidades privadas. Dificuldade de acesso às UTIs e diagnóstico tardio estão entre as causas do problema A taxa de mortalidade por sepse, ou infecção generalizada, é mais de duas vezes maior nos hospitais públicos do que nos privados. Estudo divulgado pelo Instituto

Leia mais

16
out

SAÚDE: MORTE POR INFECÇÃO NO PAÍS É O DOBRO EM HOSPITAL PÚBLICO

Um estudo inédito em 74 hospitais de todo o país mostra que a taxa de mortalidade de pacientes com sepse (infecção generalizada) nos prontos-socorros públicos é mais que o dobro da registrada nos privados (42,2% contra 17,7%). Vários fatores podem explicar essa diferença, entre eles a demora do paciente em acessar o serviço de saúde, o diagnóstico tardio, o tratamento

Leia mais