dms

14
dez

Tributo | GCAS

Minha avozinha veio a falecer em 02/10/18, às 20h 35m, aos 81 anos (no documento, entretanto ela tinha 77 anos) a causa foi: “choque septico, peneumonia, doença pulmonar obstrutiva crônica, insuficiência renal aguda, fibrilação atrial crônica”. Não sei se a pneumonia era comunitária ou adquirida no hospital.  Fato era que já havia algum tempo que estava fazendo uso de medicamento por

Leia mais

14
dez

Tributo | RLT

Meu namorado L.V.B de 26 anos, após sofrer um acidente de moto,permaneceu na UTI por 36 dias.  Precisou fazer a retirada do rim direito e desde do acidente e então os médicos não puderam fecha-lo devido a alta pressão intra abdominal, a partir de então foi só piora e hemorragias. Por conta de ficar dias com abdômen aberto teve um quadro de

Leia mais

16
out

Morte por infecção é duas vezes maior na rede pública do que na privada

Estudo mostra que 42,2% dos pacientes com sepse morrem nos prontos-socorros de instituições do governo, ante 17,7% nas unidades privadas. Dificuldade de acesso às UTIs e diagnóstico tardio estão entre as causas do problema A taxa de mortalidade por sepse, ou infecção generalizada, é mais de duas vezes maior nos hospitais públicos do que nos privados. Estudo divulgado pelo Instituto

Leia mais

16
out

SAÚDE: MORTE POR INFECÇÃO NO PAÍS É O DOBRO EM HOSPITAL PÚBLICO

Um estudo inédito em 74 hospitais de todo o país mostra que a taxa de mortalidade de pacientes com sepse (infecção generalizada) nos prontos-socorros públicos é mais que o dobro da registrada nos privados (42,2% contra 17,7%). Vários fatores podem explicar essa diferença, entre eles a demora do paciente em acessar o serviço de saúde, o diagnóstico tardio, o tratamento

Leia mais

16
out

Mortalidade por infecção generalizada dobra em hospitais públicos

Um estudo inédito em 74 hospitais de todo o país mostra que a taxa de mortalidade de pacientes com sepse (infecção generalizada) nos prontos-socorros públicos é mais que o dobro da registrada nos privados (42,2% contra 17,7%). Vários fatores podem explicar essa diferença, entre eles a demora do paciente em acessar o serviço de saúde, o diagnóstico tardio, o tratamento

Leia mais

16
out

Morte por infecção no país é o dobro em hospital público

Um estudo inédito em 74 hospitais de todo o país mostra que a taxa de mortalidade de pacientes com sepse (infecção generalizada) nos prontos-socorros públicos é mais que o dobro da registrada nos privados (42,2% contra 17,7%). Vários fatores podem explicar essa diferença, entre eles a demora do paciente em acessar o serviço de saúde, o diagnóstico tardio, o tratamento

Leia mais

16
out

Mortalidade por sepse em hospitais públicos é o dobro do privado

Um estudo inédito realizado com 350 pacientes atendidos em 28 hospitais públicos e 46 privados, em 74 hospitais de todo o país aponta que a taxa de mortalidade nos hospitais públicos, ocasionada por infecção generalizada (sepse), é mais do que o dobro do que os números dos hospitais privados. Segundo o jornal Folha de S. Paulo, são 42,2% de mortes

Leia mais

11
out

Luciano Azevedo no Jornal da Band

18
set

Aula sobre Sepse na Câmara dos Vereadores

Acesse as aulas neste link: Clique aqui!

https://www.youtube.com/watch?v=i28Oc_hOsA8
4
jul

Veja os depoimentos em vídeo!